Resolvendo problemas de compartilhamento de pastas entre Windows XP e Windows 7

Recentemente tivemos um problema sério de compartilhamento na nossa rede interna: As máquinas com Windows XP não conseguiam de forma alguma acessar pastas compartilhadas em uma máquina com Windows 7, retornando o erro abaixo quando tentávamos acessá-la pelo Windows Explorer:

\COMPUTADOR\Pasta não está acessível. Talvez você não tenha permissão para usar este recurso de rede. Contate o administrador deste servidor para saber se você tem permissões de acesso. O servidor especificado não pode executar a operação solicitada

Quando a máquina com Windows 7 era reiniciada, as máquinas XP ainda conseguiam acessá-la por algum tempo, mas depois perdiam a conexão e o erro retornava. Após muita pesquisa e diversas tentativas de solucionar o problema, finalmente encontramos uma solução definitiva:

Configurações de compartilhamento

Primeiramente é necessário realizar algumas configurações básicas de compartilhamento:

  1. Vá até a Central de Redes e Compartilhamento do Windows 7 e desmarque a opção de “compartilhamento protegido por senha”, nas opções avançadas de compartilhamento.
  2. Clique na pasta que foi compartilhada com o botão direito e escolha a opção “Propriedades”. Na aba “Compartilhamento” vá em “Compartilhar” e verifique se a pasta foi compartilhada com “Todos”.

Configurações no registro do windows

Agora, para o compartilhamento funcionar, é preciso modificar o registro do Windows:

  1. Através do RegEdit acesse HKLM\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\Session Manager\Memory Management\LargeSystemCache e configure o valor para 1
  2. Ainda no RegEdit encontre HKLM\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\LanmanServer\Parameters\Size e configure o valor para 3
  3. Crie o novo parâmetro como DWORD: HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\LanmanServer\Parameters\MaxNonpagedMemoryUsage e configure seu valor para 0xFFFFFFFF

Estas configurações farão as máquinas Windows XP entenderem que o Windows 7 é um servidor de arquivos e assim conseguirão acessá-lo.

A solução final foi encontrada no fórum da Microsoft.